Para experimentar corretamente nosso site LG.com, você vai precisar usar um navegador alternativo ou atualizar para uma versão mais recente do Internet Explorer (IE9 ou superior).

O site LG.com possui design suscetível para fornecer uma experiência conveniente de acordo com o tamanho da tela do seu dispositivo. A fim de obter a melhor experiência possível do nosso site LG.COM por favor siga as instruções abaixo.

Se você está usando Internet Explorer 8 ou anterior, você vai precisar usar um navegador alternativo, como o Firefox ou Chrome, ou atualizar para uma versão mais recente do Internet Explorer (IE9 ou superior).

Se você estiver usando o Internet Explorer 9 e superior, desligue "Compatibilidade de Visualização de Ajustes" do seu navegador Internet Explorer seguindo os passos abaixo:

  • Clique com o botão direito do mouse na parte superior do seu navegador e certifique-se que a opção "Menu Bar" foi selecionada
  • Selecione "Ferramentas" na barra de menu e selecione em seguida "Ajustes de exibição compatível"
  • No menu pop-up, desmarque todas as três caixas e clique em "Fechar"
  • A janela do seu navegador será atualizada automaticamente e você estará pronto para ir

LG Electronics registra o melhor quarto trimestre de sua história

  • Atualizada
  • 01-29-2010

São Paulo, 28 de janeiro de 2010 – A LG Electronics Inc. (LG) reportou receitas e lucros operacionais recordes no quarto trimestre de 2009, que refletem o sucesso da estratégia e da competitividade da empresa durante a atual recessão. Além disso, o resultado total do ano de 2009 mostrou um forte crescimento de receita, na comparação com o ano anterior, e lucros operacionais recordes.

Vendas e lucro
A empresa obteve vendas e lucros operacionais recordes no trimestre encerrado em 31 de dezembro de 2009. A venda global, incluindo as subsidiárias da LG no exterior, subiu 6,8% em relação ao ano anterior, totalizando KRW 14,3 trilhões (US$ 12,2 bilhões). O lucro operacional atingiu KRW 446,7 bilhões (USD 382 milhões). A margem foi de 3,1% e superou a do quarto trimestre de 2008 em 2,3 pontos percentuais.

A venda anual global cresceu 12,5% em 2009, chegando ao patamar recorde de KRW 55,5 trilhões (US$ 43,4 bilhões), com lucro operacional global de KRW 2,9 trilhões (USD 2,3 bilhões). A venda consolidada, que inclui as vendas das subsidiárias, subiu 15,3% no ano, alcançando  KRW 73 trilhões (US$ 57,1 bilhões). O lucro operacional consolidado foi de KRW 4,2 bilhões (USD 3,3 milhões), com margem de 5,8%.

Na divisão Home Entertainment, as vendas do quarto trimestre subiram 18%, totalizando KRW 5,9 trilhões (US$ 5 bilhões). O lucro operacional foi de KRW 271,6 bilhões (US$ 232 milhões), com margem de 4,6%. Esse resultado representa uma alta de 5,2 pontos percentuais em relação ao ano anterior e resulta da forte liderança em produtos da empresa e da crescente demanda por TVs LCD e Plasma. Em termos unitários, a venda total de TVs de tela fina cresceu 52% em relação ao ano anterior, subindo de 4,3 milhões para 6,6 milhões de televisores vendidos. As vendas unitárias de TVs de LCD e Plasma também cresceram em relação ao trimestre anterior, subindo 38% e 29%, respectivamente. A venda anual foi de KRW 19,6 trilhões (US$ 15,3 bilhões), subindo 19,9% em relação ao ano anterior. Tal feito se deve, principalmente, à venda recorde de 19,5 milhões de unidades de TVs de tela fina. No geral, a lucratividade subiu devido à alta nas vendas e à gestão de custos mais agressiva.

A divisão Mobile Communications registrou vendas de KRW 4,2 trilhões (USD 3,6 bilhões), encolhendo 7,4% em relação ao quarto trimestre de 2009. O lucro operacional foi de KRW 55,8 bilhões (USD 48 milhões) em 2009, com margem de 1,3%. A venda de celulares totalizou KRW 3,9 trilhões (US$ 3,3 bilhões), caindo 5% em relação ao mesmo trimestre de 2008. O lucro operacional foi de KRW 66,5 bilhões (USD 57 milhões), gerando uma margem de 1,7%. O número de celulares vendidos cresceu 32% no ano e 7% no trimestre e chegou a 33,9 milhões. Graças ao robusto crescimento na América do Norte, Europa e mercados emergentes em 2009, a empresa atingiu a venda recorde de 117,9 milhões de unidades, sendo que em 2008 foram vendidos 100,7 milhões de aparelhos. A redução nos preços e o aumento nas despesas de marketing visando a eliminação de estoque no final do ano e a expansão no canal de mercados emergentes resultaram em uma menor lucratividade, na comparação com o terceiro trimestre. A venda anual da divisão Mobile Communications subiu 13,5%, totalizando 18,2 trilhões (US$ 14,2 bilhões). A divisão de celulares, isoladamente, obteve um crescimento de 17,3% no ano, chegando a KRW 17,1 trilhões (US$ 13,4 bilhões).

No quarto trimestre, as vendas da divisão Home Appliance subiram 6,8% em relação ao mesmo período do ano anterior — na base em won coreanos — totalizando KRW 2,5 trilhões (US$ 2,1 bilhões). A recuperação da demanda em mercados emergentes contribuiu para esse crescimento anual. A competitividade dos produtos da empresa gerou um lucro operacional de KRW 75,7 bilhões (US$ 65 milhões), com margem de 3,1%. Mesmo com a baixa demanda em função da sazonalidade, o crescimento das vendas em mercados emergentes e a contínua redução de custos geraram uma margem maior na comparação ano a ano. No ano de 2009, a venda total subiu 10,9% em relação a 2008, chegando a KRW 9,5 trilhões (USD 7,4 bilhões).

A divisão Air Conditioning registrou queda de receita de 9,4% na base em won coreanos no quarto trimestre (e aumento de 3% na base em dólares norte-americanos), atingindo KRW 619,9 bilhões (US$ 530 milhões) no ano. A venda anual total chegou a KRW 4,5 trilhões (USD 3,5 bilhões), 1,4% menor do que a do ano anterior. Os condicionadores de ar comerciais, altamente eficientes, lideraram o crescimento na Coreia. Apesar da recessão, houve aumento de demanda e de vendas nos mercados emergentes.

A divisão Business Solutions anunciou alta de 10,8% nas vendas do quarto trimestre, na comparação ano a ano. A empresa vendeu KRW 1,3 trilhão (US$ 1,1 bilhão) e obteve lucro operacional de KRW 57,6 bilhões (US$ 49 milhões). A venda anual foi de KRW 4,6 trilhões (US$ 3,6 bilhões) permanecendo no mesmo patamar de 2008, com o faturamento aumentando à medida que a demanda de mercado na Europa cresceu. A alta nas vendas de monitores/TVs e as parcerias com hotéis e grandes clientes contribuíram para a maior lucratividade.

Demonstração financeira e itens não operacionais da matriz
O lucro trimestral recorrente e o lucro líquido subiram para KRW 225,3 bilhões (US$ 193 milhões) e KRW 297,2 bilhões (US$ 254 milhões), voltando a ficar positivos após uma perda recorrente de KRW 941,5 bilhões (US$ 691 milhões) e prejuízo líquido de KRW 671,3 bilhões (US$ 476 milhões) ano a ano. O lucro líquido da empresa cresceu 325% no ano, subindo de KRW 482,8 bilhões (US$ 438 milhões), em 2008, para KRW 2,1 trilhões (US$ 1,6 bilhão) em 2009.

O ganho com a taxa de câmbio foi de KRW 25,6 bilhões (US$ 22 milhões) e o ganho de KRW 630,5 bilhões (US$ 539 milhões) das subsidiárias e afiliadas no exterior, gerado pelo método de equivalência patrimonial, contribuíram para o aumento do lucro líquido. A LG Display, em particular, da qual a LG Electronics tem 37,9% de participação, registrou um ganho ajustado pelo método de equivalência patrimonial de KRW 181,6 bilhões (US$ 155 milhões).

Direção e perspectivas de negócios para o 1º trimestre de 2010
A demanda do mercado deve crescer à medida que a economia global deixa a recessão. Em termos globais, a LG Electronics prevê crescimento de vendas — especialmente de TVs LCD, na base em US$ — devido à migração para a TV Digital nos mercados desenvolvidos e ao aumento de demanda gerado pela Copa do Mundo e pelas Olimpíadas de Inverno de 2010. A divisão de comunicação móvel da LG tem a meta de aumentar as vendas unitárias em 19%, chegando a 140 milhões de unidades, focando no crescimento explosivo da categoria de smartphones e na diferenciação de conteúdo e serviços. As células solares, a iluminação LED e as novas soluções nas áreas automotiva e comercial representam novos vetores de negócios, devendo elevar o faturamento. A lucratividade da LG deve aumentar em relação ao ano anterior, impulsionada pelos produtos top de linha das divisões de Home Entertainment e Home Appliance. A empresa já tinha anunciado sua meta de vender KRW 59 trilhões (US$ 51,3 bilhões) e de investir KRW 3,6 trilhões (US$ 3,1 bilhões) em 2010.

Taxas de câmbio do 4º trimestre de 2009
Para os resultados consolidados, não auditados, do trimestre encerrado em 31 de dezembro de 2009, os valores em won coreanos (KRW) são convertidos para dólares norte-americanos (US$) ao câmbio médio de cada trimestre: KRW 1.169 para US$ 1 (2009 Q4); KRW 1.241 para US$ 1 (2009 Q3, QoQ) e KRW 1.362 para US$ 1 (2008 Q4, YoY). O câmbio médio dos doze meses do ano de 2009 foi KRW 1.278 para US$ 1, tendo sido KRW 1.103 para US$1 em 2008. A LG espera que a taxa de câmbio de 2010 seja de KRW 1.150 para US$ 1.